Itaú de Minas, 12 de dezembro de 2019 Ajuda | Dúvidas Frequentes | Fale Conosco | Mapa do Site | Parcerias OSCS

Encontro define retomada da operação da Usina de Reciclagem

Uma reunião entre representantes da prefeitura, do Instituto Terroá, e da Associação dos Agentes Ambientais de Itaú de Minas (Agaim) traçou metas para a retomada da operação da UTC (Usina de Triagem e Compostagem) de Itaú de Minas. O encontro foi realizado na sala de reuniões do paço municipal e contou com a presença do prefeito Ronilton Gomes Cintra, do vice prefeito Otacílio Teixeira Neto, da secretária de Obras, Serviços Urbanos e Agricultura, Giani Malaguti; além de membros da Agaim e de dirigentes do Terroá, instituto contratado pela Votorantim Cimentos para dar suporte as ações dos agentes ambientais.

A pauta principal do dia foi o acerto entre as partes para a cessão da área, estrutura e equipamentos contidos na UTC para a Agaim. Desta forma, todo o resíduo sólido coletado no município será repassado aos agentes. A prefeitura municipal se encarrega de oferecer a logística para o material chegar ao local de triagem e também oferece apoio técnico, por meio do departamento de Meio Ambiente. Os termos legais e o prazo para a retomada das atividades estão sendo elaborados. A princípio, a entidade terá um contrato de cessão de uso para efetivar suas atividades de triagem e reciclagem.

De acordo com o prefeito Ronilton Cintra, o município precisa ter alternativas concretas para o desenvolvimento com respeito ao meio ambiente. “Estamos buscando alternativas para o desenvolvimento sustentável. A quantidade de material que se reciclava no município era pífia, muito pequena, e pouco contribuía para a sustentabilidade do meio ambiente. Hoje, graças a pareceria que temos com o Instituto Terroá e a Votorantim Cimentos; que vem cada dia mais apoiando projetos importantes e sustentáveis para o desenvolvimento da nossa cidade; estamos evoluindo e com certeza o município poderá ter números recicláveis de grande impacto para o nosso meio ambiente”, diz o prefeito.

Ronilton acrescenta que a prefeitura vem trabalhando com essa perspectiva de fortes parcerias. “Estamos trabalhando para isso. Eu acredito muito nessa parceria do público e privado. É o nosso poder público voltando ter a credibilidade do setor privado e o reflexo disso é a melhoria da nossa cidade, o desenvolvimento sustentável  e a qualidade de vida que proporcionamos a nossos cidadãos e saber que, com isso, estaremos contribuindo para melhoria da renda dos agentes ambientais (Agaim) da nossa cidade é gratificante e recompensador

Conforme ressalta o vice-prefeito Otacílio Teixeira Neto esse é um grande passo dado em favor do meio ambiente e da geração renda para os integrantes da Agaim. “Os agentes ambientais terão todo  respaldo da administração municipal, além de contar com o apoio do Instituto Terroá. Vejo isso com bons olhos, uma vez que tanto o meio ambiente, quanto os integrantes da associação serão beneficiados. Todos estão de parabéns”, destacou Tacilinho.

O Instituto Terroá é uma associação sem fins lucrativos. Foi criado em 2015, fruto da preocupação de seus fundadores em trabalhar por resoluções de desafios globais de forma sistêmica e holística, ou seja, articular estratégias de impacto que conectam o político, o cultural , o econômico e o ambiental. A missão do instituto é apoiar e facilitar processos participativos para a criação de soluções integradas que promovam o desenvolvimento sustentável.