Itaú de Minas, 16 de fevereiro de 2020 Ajuda | Dúvidas Frequentes | Fale Conosco | Mapa do Site | Parcerias OSCS

Equipes dos PSF´s passam por capacitação e treinamento

Na semana passada, aconteceu a 1º Oficina sobre o novo modelo de financiamento da Atenção Primária em Saúde (APS) para as agentes de Saúde dos PSF´s do município. Na pauta do dia, foi discutido e esclarecido para as equipes d os PSF’s como funcionará o novo modelo de financiamento que será implantado a nível nacional.

Conforme conta Alessandra Fonseca, secretária de Saúde, o novo modelo considera o desempenho das equipes e serviços de Atenção Primária à Saúde para o alcance de resultados em saúde pública. A Portaria nº 3.222, de 10 de dezembro de 2019, publicada no Diário Oficial, determina as ações estratégicas e os indicadores do ano de 2020 e estabelece as ações estratégicas para definição dos indicadores dos anos de 2021 e 2022.

“Todos os PSF’s deverão estar com 100% de sua área de abrangência cadastrada. Mesmo aquelas pessoas que possuem planos de saúde, deverão estar cadastradas no E-SUS, pois cada cadastro que perdemos é recurso financeiro que o município perde, então pedimos a toda população que não estiver cadastrado, procurar sua Agente Comunitária de Saúde ou sua Unidade de PSF, para serem cadastradas o mais rápido possível”, informa a secretária.

De acordo com o prefeito Ronilton Cintra, que participou da abertura do evento, sairá na frente o município que melhor se organizar e fazer o cadastro correto, atingindo 100% da população. “Por isso, estamos nos preparando. Para que Itaú de Minas não tenha nenhuma perca de recurso do SUS nessa transição”, avalia ele.

Alessandra acrescenta que, a partir de maio, começa a cumprir os primeiros sete indicadores de 2020, como citado abaixo. “O conjunto de indicadores do pagamento por desempenho a ser observado na atuação das Equipes de Saúde da Família (ESF) e Equipes de Atenção Primária (EAP), para o ano de 2020, abrange as ações estratégicas de Saúde da Mulher, Pré-Natal, Saúde da Criança e Doenças Crônicas (Hipertensão Arterial e Diabetes Mellitus)”, complementa ela.

São indicadores para o ano de 2020:
1 – Proporção de gestantes com pelo menos 6 (seis) consultas pré-natal realizadas, sendo a 1ª até a 20ª semana de gestação;
2 – Proporção de gestantes com realização de exames para sífilis e HIV;
3 – Proporção de gestantes que passaram por atendimento odontológico;
4 – Cobertura de exame citopatológico;
5 – Cobertura vacinal de poliomielite inativada e de pentavalente;
6 – Percentual de pessoas hipertensas com pressão arterial aferida em cada semestre;
7 – Percentual de diabéticos com solicitação de hemoglobina glicada.

Os resultados dos indicadores alcançados por equipes credenciadas e cadastradas no Sistema de Cadastro Nacional de Estabelecimento de Saúde (SCNES) serão aglutinados em um indicador sintético final, que definirá o incentivo financeiro do pagamento por desempenho por município. Assim, reforçamos o pedido para que toda a população que ainda não realizou o cadastro em seu PSF, que procure a unidade para efetuá-lo.