Itaú de Minas, 10 de agosto de 2020 Ajuda | Dúvidas Frequentes | Fale Conosco | Mapa do Site | Parcerias OSCS

A prevenção é a palavra de ordem contra o coronavírus

As medidas de proteção devem ser continuadas pela população mundial, para reduzir o risco de infecção demasiada da COVID-19.

Os sintomas da COVID-19 podem variar de um resfriado até uma pneumonia severa. Sendo os sintomas mais comuns: Tosse, febre, coriza, dor de garganta, dificuldade para respirar, perda de olfato, alteração do paladar, distúrbios gastrintestinais como náuseas, vomito e diarreia.

A transmissão acontece de uma pessoa doente para outra ou por contato próximo por meio de: Toque do aperto de mão, gotículas de saliva, espirro, tosse, catarro, por objetos ou superfícies contaminadas como celulares, mesas, talheres, maçanetas, brinquedos, teclados de computadores e diversos outros matérias em plásticos, metais, vidros que antes muito compartilhados sem a preocupação de higienizar. Todos devem ficar atentos com as medidas gerais para evitar a propagação do vírus.

Medidas de PROTEÇÃO, de caráter geral:

  • Uso de máscara que cubra a boca e o nariz. No caso de máscaras descartáveis com o tempo limite de no máximo de duas a três e depois descartada em lixo. As de tecidos devem sempre ter uma gaze descartável, que evite o contato do nariz e da boca direto no tecido, essa gaze deve ser trocada sempre a máscara for removida do rosto e descartada em um lixo. O tecido deve ser lavado após quatro horas de uso com água morna e sabão neutro e, posta para secar ao sol. Em casos de carregar máscaras extras, elas devem ser guardadas em sacos plásticos limpos e jamais ser colocadas diretamente em bolsos, bolsas ou em superfícies sem o saco de proteção em plástico.
  • Distanciamento de um metro e meio a dois de uma pessoa com a outra. Evitar ambientes com aglomerações. Evite abraços, beijos e apertos de mãos. Adote um comportamento amigável sem contato físico, mas sempre com um sorriso no rosto.
  • Não compartilhe objetos de uso pessoal como talheres, toalhas, pratos e copos. Higienize com frequência o celular, brinquedos das crianças e outros objetos que são utilizados com frequência.
  • Lave com frequência as mãos até a altura dos punhos, com água e sabão, ou então higienize com álcool em gel 70%. Essa frequência deve ser ampliada quando estiver em algum ambiente público (ambientes de trabalho, prédios e instalações comerciais, etc), quando utilizar estrutura de transporte público ou tocar superfícies e objetos de uso compartilhado.
  • Ao tossir ou espirrar, cubra nariz e boca com lenço ou com a parte interna do cotovelo. Não tocar olhos, nariz, boca ou a máscara de proteção fácil com as mãos não higienizadas. Se tocar olhos, nariz, boca ou a máscara, higienize sempre as mãos como já indicado.
  • Mantenha os ambientes limpos (balcões, computadores, piso, paredes, ferramentas, instrumentos e etc.) e bem ventilados.
  • Evite circulação desnecessária nas ruas.
  • Se estiver doente, evite contato próximo com outras pessoas, principalmente idosos e doentes crônicos, busque orientação pelos canais on-line disponibilizados pelo SUS ou atendimento nos serviços de saúde e siga as recomendações do profissional de saúde.

Essas condutas são de extrema importância, principalmente, para aqueles que não podem ficar em casa e precisam trabalhar.

Lembrando que é de e

xtrema importância que, as pessoas infectadas, cumpram o isolamento e todas medidas necessárias para evitar mais contaminação. Tenham seus materiais separados das demais pessoas e higienize separadamente. Embale de forma segura e separe, sempre colocando um bilhete nos lixos para os coletores sejam avisados que se trata de um material contaminado.

Tome todas as medidas para sua proteção e de toda a nossa cidade. A pandemia não acabou.

#itaúdeminascontracoronavírus